O internacional português Cristiano Ronaldo criticou esta quarta-feira severamente a arbitragem do norueguês Svein Oddvar Moen, na vitória do Real Madrid no terreno do Dínamo de Zagreb, por 1-0, em jogo da Liga dos Campeões em futebol.

«Espero que não tenhamos mais arbitragens como esta este ano, foi uma vergonha», afirmou Ronaldo, em declarações à estação televisiva TeleMadrid, enquanto mostrava a meia ensanguentada no seu tornozelo direito.

O futebolista português referia-se em concreto à entrada ao seu tornozelo do croata Jerko Leko, que poderia ter visto o segundo cartão amarelo, aos 64 minutos do encontro.

Mesmo assim, Ronaldo mostrou-se satisfeito com a vitória da sua equipa no terreno dos croatas, que alinharam com o português Tonel a tempo inteiro.

«É sempre importante começar bem a Liga dos Campeões. Estamos satisfeitos», frisou o avançado português, que, tal como Ricardo Carvalho, Pepe e Fábio Coentrão, estreou o novo equipamento vermelho do Real Madrid.

Também Aitor Karanka, que se sentou no banco dos “merengues” devido ao castigo de José Mourinho, garantiu estar “satisfeito” com o rendimento da equipa madridista, contestando a arbitragem de Oddvar Moen, aludindo ao lance entre Leko e Ronaldo.

«Deve haver sempre o mesmo critério, temos de proteger os nossos jogadores», conclui Karanka.

O Real Madrid, que terminou o jogo com dez jogadores devido à expulsão do brasileiro Marcelo, lidera o Grupo D, graças à vitória em Zagreb por 1-0, selada com um golo do ex-benfiquista Di Maria, e do empate a zero entre Ajax e Lyon, em Amesterdão.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.