O Sporting falhou os oitavos de final da Liga dos Campeões, ao perder em casa com o Eintracht Frankfurt por 2-1, na 6.ª e última ronda do Grupo D. Os Leões precisavam de empatar para seguir em frente mas acabaram derrotados, num jogo onde foram para o intervalo a vencer.

No outro jogo o Tottenham deu a volta ao Marselha e venceu por 2-1, terminando assim no 1.º lugar do grupo. A derrota do Marselha permite ao Sporting continuar nas provas da UEFA mas na Liga Europa.

Veja as melhores imagens do jogo

Alvalade vestiu-se de gala para um dos jogos mais importantes da época do Sporting. Com o campeonato cada vez mais difícil (apenas o 5.º lugar em 11 jornadas e já a 12 pontos do líder Benfica) e já fora da Taça de Portugal, os Leões tinham nesta partida uma boa oportunidade para atenuar a crise do momento. Um empate bastava para carimbar o passaporte para os oitavos de final da Liga milionária: além do prestígio, há que contar com os milhões amealhados pela passagem à próxima fase.

Rúben Amorim surpreendeu ao colocar Pedro Gonçalves no lugar habitualmente ocupado por Morita, lesionado. A colocação de Pote como médio abriu uma vaga na frente, onde o escolhido foi Arthur Gomes, para fazer companhia a Paulinho e Marcus Edwards, ficando Trincão no banco.

O 3-4-3 do Sporting encaixava no mesmo sistema do Eintracht Frankfurt, equipa que os Leões já tinham derrotado na Alemanha por 3-0.

Arthur, o 'rei' da Champions

Entrou melhor os alemães, a criarem a primeira situação de golo aos 12 minutos. Paulinho desviou um canto de Goetze e quase fazia autogolo, não fossem os reflexos apurados de Adán, a evitar o pior. Na confusão, Coates conseguiu limpar a bola da pequena área.

Aos 32 minutos, Rúben Amorim teve de mexer na equipa. Nuno Santos tentou um corte, caiu mal e saiu de maca. Entrou Matheus Reis no seu lugar. No mesmo minuto, o Sporting criou uma grande oportunidade de golo, num lance de contra-ataque, entre Edwards, Arthur e Ugarte. O médio uruguaio atrapalhou-se com a bola na área.

Aos 39 minutos, o Sporting vai chegar ao 1-0, por Arthur Gomes. Ugarte subiu no terreno, cruzou para o segundo poste onde Sow tentou o corte mas falhou. O brasileiro atirou de primeira, a bola bateu nas luvas de Kevin Trapp mas só parou no fundo das redes. Explosão de alegria em Alvalade.

A perder, o técnico Oliver Glasner trocou Lindstrom por Rode ao intervalo para tentar algo de diferente no jogo. Até porque na outra partida o Marselha vencia Tottenham, pelo que, se tudo se mantivesse assim no Velodrome, o vencedor deste jogo em Lisboa apurar-se-ia como primeiro.

Os milhares de adeptos alemães iam fazendo a festa em Alvalade, a puxar pela sua equipa, como se estivessem em maioria. Os Leões iam assistindo a partida com preocupações.

Ao Kolo de Muani

Aos 59 minutos, o atual vencedor da Liga Europa vai beneficiar de uma grande penalidade muito duvidosa. Coates saltou com Kamada na área leonina, o japonês parece carregar o capitão do Sporting, que acaba por cabecear a bola contra o próprio braço. O árbitro estava perto e assinalou grande penalidade, para desespero dos jogadores do Sporting. Kamada não tremeu e bateu Adán com tranquilidade. O empate continuava a servir os interesses do Sporting.

Mas com o crescimento do Eintracht Frankfurt no jogo, Rúben Amorim tinha de fazer algo. Por isso lançou o jovem médio Dário Essugo e o extremo Francisco Trincão nos lugares de Manuel Ugarte e Marcus Edwards (muito apagado esta noite).

Mas quem continuava a dominar o jogo eram os alemães, dispostos a darem a volta ao marcador. E conseguiram-no aos 72 minutos. Dário Essugo tentou sair contra a muralha defensiva adversária, perdeu a bola que foi colocado na área, onde Kolo Muani ganhou na velocidade a Gonçalo Inácio e disparou cruzado para o 2-1. A festa era alemã em Alvalade, com o Sporting a cair para o último lugar do grupo já que, na outra partida, o Tottenham tinha conseguido empatar com o Marselha.

Rúben Amorim arriscou tudo, tirou St. Juste e lançou Jovane Cabral, passando assim para uma defesa a quatro e quatro na frente de ataque. Nos Frankfurt, Oliver Glasner lançou Smolcic e Santos Borré nos postos de Jakic e Kolo Muani.

Nos minutos finais, já com Coates a avançado, o Sporting tentou o empate de todas as formas mas faltou discernimento. Muitas perdas de bola, muitas más decisões e nenhuma oportunidade de golo criada nos instantes finais.

No final do jogo, muitos assobios dos adeptos do Sporting para com os seus jogadores, embora houvessem quem aplaudisse o esforço da equipa.

Com a derrota do Sporting e vitória do Tottenham diante do Marselha, os ingleses terminam no 1.º lugar do grupo, à frente do Frankfurt. O Marselha sofreu o golo da derrota nos descontos e termina assim no último lugar do grupo, dando o 3.º lugar ao Sporting, que vai continuar nas provas da UEFA  mas na Liga Europa.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.