O Benfica defronta o Manchester United esta terça-feira, em jogo da 4.ª jornada do Grupo A da Liga dos Campeões. A necessitar de pontos como de ´pão para a boca`, só a vitória interessa aos ´encarnados` para terminar com a pior série de sempre na Europa (quatro derrotas seguidas) e ainda sonhar com o apuramento para os oitavos-de-final da prova.

Mas, para tal, Rui Vitória terá de ´sacar um coelho da cartola` e transformar Old Trafford no ´teatro dos sonhos` para Portugal, num campo onde nunca se registou uma vitória lusa.

Esta será a sexta vez que o Benfica visita o terreno do Manchester United. Nas anteriores cinco ocasiões, o melhor que conseguiu foi um empate.

´Pesadelo` começou com Eusébio, Coluna e companhia

O ´pesadelo` de resultados em Old Trafford começou na época 1965/66. Na antiga Taça dos Campeões Europeus, um golo do ´bom gigante` José Torres e outro de José Augusto não chegaram para evitar a derrota pela margem mínima, na primeira-mão dos quartos-de-final. David Herd, Denis Law e Bill Foulkes fizeram os tentos dos ´red devils`, numa equipa onde pontificavam nomes como Bobby Charlton e George Best. Eusébio, Coluna e companhia viriam a ser cilindrados em Lisboa por 5-1 no segundo encontro, numa eliminatória que ficou em 8-3 para os ingleses.

Três anos volvidos (05 de maio de 1968) estas duas formações voltaram a medir forças na prova maior da UEFA. Na final da Taça dos Campeões Europeus, disputado em Wembley, o Benfica só viria a cair no prolongamento e com estrondo. Bobby Charlton deu vantagem aos ´diabos vermelhos`, Jaime Graça empatou, resultado que se chegou ao fim dos 90 minutos. Nos descontos, os golos de George Best aos 92, Brian Kidd 94 e outro de Bobby Charlton aos 98 evitaram que o Benfica, comandado por Otto Glória, se sagrasse campeão europeu. Eusébio, Torres, José Augusto e companhia voltavam a ser batidos pelos ´red devils`.

Simão Sabrosa e Nélson fizeram Benfica sonhar

Foram precisos esperar quase 50 anos para novo embate entre estes dois gigantes do futebol europeu. A 27 de setembro de 2005, um golo de Simão Sabrosa ainda empatou o encontro do Grupo D da Liga dos Campeões, mas o temível Ruud van Nistelrooy deu os três pontos ao Manchester United com um golo aos 85 minutos. Sir Alex Ferguson mostrava ter mais argumentos que Ronald Koeman, numa formação que tinha Cristiano Ronaldo, Scholes, Giggs, Ferdinand e um jovem Gerard Piquè no banco.

Na época seguinte quis o destino que as duas formações voltassem a encontrar na fase de grupos da Champions. E, como das outras vezes, nova vitória do Manchester United no Old Traford. O lateral Nélson fez o Benfica sonhar com um golaço aos 27 minutos, mas Vidic aos 45, Giggs aos 61 e Saha aos 75 destroçaram o sonho da equipa lusa em pontuar na casa do United.

Jesus acabou com ciclo de derrotas do Benfica

O melhor resultado do Benfica em casa do United foi conseguido por Jorge Jesus, contra Alex Ferguson. Na temporada 2011/2012, Benfica e Manchester United defrontaram-se a 22 de novembro no Old Trafford, para o Grupo C da Liga dos Campeões. Logo aos três minutos o Benfica tomou a dianteira no marcador com um autogolo de Phil Jones. O United empatou aos 30 por Dimitar Berbatov e ganhou vantagem aos 59 minutos Darren Fletcher mas, no minuto seguinte, Pablo Aimar voltou a empatar o encontro. Numa equipa sem qualquer português no onze, Jesus e companhia aguentaram o poderio atacante do United e saíram de Old Trafford com um ponto, o melhor resultado do Benfica em casa dos ´red devils` até hoje. O resultado apurou o Benfica, deixando o Manchester United pelo caminho.

Estatística está contra Rui Vitória

Portanto, Rui Vitória terá de superar Jorge Jesus e ser o primeiro técnico português a vencer em Old Trafford. Mas a tarefa é tudo menos fácil. O técnico não poderá contar com André Almeida e Luisão, ambos castigados. Rafa e Douglas foram convocados e podem entrar no onze.

O Manchester United, comandado por José Mourinho, garante o bilhete para os oitavos-de-final da Liga dos Campeões em caso de vitória, perfazendo 12 pontos. A formação inglesa não perde em casa para as provas da UEFA há 19 jogos (15 vitórias e quarto empates). Já o Benfica, que vem na sua pior série de sempre na UEFA (quatro derrotas) fica já afastado da fase seguinte se perder e o Basileia vencer na receção ao CSKA Moscovo. Um empate do Benfica também pode não chegar se os suíços baterem os russos no Saint Jakob.

O Manchester United - Benfica está marcado para às 19h45 e terá arbitragem do lituano Gediminas Mažeika.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.