Um dos grandes ausentes da final de Munique foi John Terry, capitão do Chelsea suspenso por ter visto um cartão vermelho nas meias-finais. Após a conquista do troféu supremo do futebol europeu, o defesa central inglês considerou que o técnico Roberto Di Matteo deveria continuar no comando técnico da equipa.

«Di Matteo tem sido fantástico desde que chegou. Quando olhamos para o troféu, é exatamente aquilo que procurávamos e aquilo que o Abramovich ambicionava e por causa disso é que estava em lágrimas», começou por dizer Terry à televisão ITV1.

Sobre a continuidade de Di Matteo no Chelsea, Terry foi direto: «Espero bem que sim. Ele tem sido fantástico. Ele não poderia fazer mais do que vencer a Taça de Inglaterra e Liga dos Campeões».

Roberto Di Matteo conquistou a Liga dos Campeões como treinador interino, após a saída do português André Villas Boas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.