O Zenit, adversário do Benfica nos oitavos de final, não disputa um jogo oficial desde a derrota por 2-1 com o Gent, referente à sexta jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões, disputado a 9 de dezembro.

Com o campeonato na Rússia parado até ao final deste mês, o Zenit estará mais 'fresco' para enfrentar a equipa lisboeta, mas também com menos ritmo competitivo. A equipa do português André Villas-Boas teve estágios de preparação no Qatar e Portugal, tendo concluído a sua preparação para o embate com o Benfica em Espanha, num novo estágio que começou a 10 de fevereiro.

Durante este período de preparação, o Zenit disputou seis jogos particulares, tendo vencido todos.

17 Janeiro: Lekhwiya SC V2-1
21 Janeiro: El Jaish SC V4-1
24 Janeiro: Armed Forces Qatar V3-0
1 Fevereiro: Brøndby IF V2-0
4 Fevereiro: IFK Norrköping V3-2
7 Fevereiro: Örebro SK 1-1 (V4-3 nos pénaltis)

O Zenit marcou 15 golos (não contando com os marcados nas grandes penalidades) e sofreu cinco.

Janeiro também foi mês de transferências e André Villas-Boas conseguiu segurar todo o plantel e adicionar três jogadores, sendo que dois deles vieram do rival Dinamo de Moscovo: Yuri Zhirkov (FC Dinamo Moskva), Aleksandr Kokorin (FC Dinamo Moskva) e Maurício (FC Terek Grozny).

Já o Benfica disputou 14 encontros, entre I Liga e Taça da Liga, desde a ‘paragem’ do Zenit, tendo vencido por 12 vezes, empatado com o União da Madeira e perdido contra o FC Porto para o campeonato.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.