Um golo de grande penalidade de Cristiano Ronaldo, aos 90+7, valeu hoje ao bicampeão da Europa Real Madrid o apuramento para as meias-finais da Liga dos Campeões de futebol, apesar da derrota 3-1 com a Juventus.

Depois de vencer por 3-0 em Itália, os ‘merengues’ não esperavam reviravolta com golos do avançado croata Mario Mandžukić (02 e 37 minutos) e do francês Matuidi (60), aproveitando uma falha do guarda-redes Keylor Navas, que igualavam a eliminatória.

A segundos de se esgotar o terceiro e último minuto de tempo extra, o árbitro assinalou penálti contra a Juventus – Buffon foi expulso, por protestos – e o internacional português ‘fuzilou’, colocando o Real Madrid pela oitava vez seguida nas meias-finais.

No final do jogo, o treinador do Real Madrid mostrou-se aliviado com a passagem às meias-finais da Liga dos Campeões e admitiu que o adversário fez uma exibição 'perfeita' no Estádio Santiago Bernabéu.

"Pelo que fizemos nos 180 minutos da eliminatória merecemos passar. Cometemos demasiados erros e a Juventus esteve perfeita no jogo e tivemos de corrigir ao intervalo. Não é que o Bale e o Casemiro tenham sido culpados mas com Asensio e Lucas, e depois o Kovacic, conseguimos mais profundidade no jogo", afirmou Zidane no final do jogo.

Na época passada, as equipas defrontaram-se na final, com o Real Madrid, que agora corre pelo 13.º título, a vencer por 4-1.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.