Adeptos do Steaua de Bucareste protestaram na noite de quinta-feira contra o árbitro polaco do jogo com o Nápoles, da Liga Europa de futebol, atirando salsichas contra a embaixada da Polónia em Bucareste, revela hoje a imprensa romena.
Segundo um canal de televisão, após o golo do empate do Nápoles a polícia romena antimotim teve de intervir para separar adeptos das duas equipas.
Os italianos conseguiram empatar 3-3 na última jogada do encontro, depois de o árbitro Marcin Borksi ter prolongado o jogo durante oito minutos, após ter anunciado apenas quatro de descontos.
Os adeptos do Steaua despediram a equipa de arbitragem e os jogadores do Nápoles com uma chuva de cadeiras e outros objectos, o que poderá fazer o clube romeno incorrer em duras sanções da UEFA.
O adido de imprensa da embaixada polaca em Bucareste, Piotr Wysocki, acusou hoje o dono do Steaua, o polémico empresário Gigi Becali (na foto), de instigar o ataque com salsichas à embaixada da Polónia.
“Soubemos que os adeptos foram primeiro à residência do proprietário da equipa, que lhes disse que a embaixada da Polónia era na mesma rua”, sublinhou Wysocki, em declarações recolhidas pelo diário Libertatea.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.