"Vamos entrar em campo com o objectivo de conseguir um resultado positivo, reforçar a nossa posição no grupo e dar um golpe definitivo", disse o técnico da equipa espanhola.

O treinador dos bascos espera conseguir na Madeira um resultado que garanta desde já a passagem aos 16 avos-de-final da competição, esperando que o jogo seja "disputado em bom ritmo".

Confrontado com a possibilidade de se registar um empate no final do jogo, o técnico reconhece que esse até "pode ser um bom resultado, dependendo do que acontecer no jogo".

Joaquín Caparrós admite que a sua equipa tenha de defender quando for caso disso, mas assumiu que o Athletic Bilbau não deixará de executar o seu futebol, ou seja, uma postura ofensiva.

"Haverá momentos em que teremos de defender com firmeza, mas também temos de conseguir ser uma equipa ambiciosa no ataque", declarou o técnico espanhol.

A formação basca venceu o Nacional por 2-1 no jogo referente à terceira jornada da Liga Europa, resultado vitorioso que pretende repetir no Estádio da Madeira.

Sobre os pontos fortes do adversário madeirense, o treinador espanhol diz que é uma equipa que "está a realizar uma magnífica temporada e que joga um futebol combinado e com forte componente colectiva".

Para Joaquín Caparrós, o Nacional "tem bons jogadores e, como joga em casa, exige muito respeito", reconhecendo que a sua equipa "terá de estar bem ao nível técnico, físico e mental, para conseguir um resultado positivo".

O Atlético Bilbau vem de uma vitória na Liga espanhola frente ao Atlético de Madrid e o Nacional de outra frente ao Vitória de Setúbal para a Liga piortuguesa, mas o técnico desvaloriza esses resultados: "São competições distintas, porque estar na Europa motiva todo o grupo e todos querem alargar a sua participação com outra mentalidade, sem pensar na competição interna".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.