O Benfica venceu os belgas do Standard Liège, por 3-0, no Estádio da Luz, em jogo a contar para a segunda jornada do grupo D da Liga Europa. Dois golos de penálti e um golaço de Pizzi deram a segunda vitória aos encarnados na Europa.

O Benfica entrou forte no encontro e foi-se instalando no meio campo adversário, embora com algumas dificuldades em encontrar espaço entre o setor defensivo dos belgas. Aos 14 minutos surgiu a primeira oportunidade de golo dos encarnados quando Pedrinho tentou o remate de fora da área. No entanto, o guarda-redes do Standard Liège negou o tento ao jogador brasileiro.

Dois minutos depois, o Benfica fez uma novo investida. Everton rematou de pé direito e obrigou Bordart a uma defesa apertada. Embora os encarnados dominassem o jogo, as oportunidades de golo iam escasseando. À meia hora de jogo, a partida estava já mais fechada e os laterais do Benfica mostravam alguma dificuldade em dar largura à equipa. Nesta altura, os belgas chegavam ao meio campo dos encarnados com mais facilidade, mas ainda sem assustar Vlachodimos.

Aos 39 minutos, Pizzi desperdiçou uma grande oportunidade de inaugurar o marcador. Na sequência de uma insistência do ataque encarnado, a bola sobrou para o capitão dos encarnados à entrada da área, Bodart já não estava na baliza, mas o remate saiu por cima. O nulo manteve-se e as equipas recolheram aos balneários sem golos marcados.

Já na segunda parte, logo aos 48 minutos, eis que o Benfica marcou. Depois de toque de Bokadi em Waldschmidt na área, o árbitro assinalou falta e grande penalidade para a equipa portuguesa. Chamado à marca dos onze metros, Pizzi não vacilou e apontou o primeiro dos encarnados.

Dez minutos depois esteve perto o empate dos belgas. Na sequência de um pontapé de canto de Amallah, Vanheusden ajeitou e atirou de pé esquerdo, valeu ao Benfica a defesa do guarda-redes Vlachodimos. Já aos 66 minutos, os encarnados aumentaram a vantagem, novamente de grande penalidade. Numa disputa entre Nuno Tavares e Fai, no limite da área, o árbitro francês assinalou penálti e Waldschmidt fez o segundo.

Aos 76 minutos, o capitão do Benfica dilatou a vantagem dos encarnados com um golaço. Depois de um atraso de cabeça de Seferovic e de um corte incompleto de Laifis, a bola sobrou para Pizzi, que rematou forte, sem hipótese para Bodart. Até ao final do encontro, o Benfica não desistiu de procurar o quarto golo, mas este acabaria por não surgir.

Com esta vitória, os encarnados somam os seis pontos possíveis nas duas jornadas disputadas, assim como o Rangers, que à mesma hora venceu o Lech Poznan. Assim com os belgas, os polacos ainda não pontuaram.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.