Há nove anos que Portugal não conseguia ter tantas equipas nos 16-avos-de-final da Liga Europa. Para encontrar tantos emblemas lusos na fase a eliminar da segunda prova mais importante da UEFA a nível de clubes, é preciso recuar até 2010/2011.

Nessa época, estas quatro equipas - Benfica, FC Porto, SC Braga e Sporting - também tinham estado nos 16-avos-de-final da Liga Europa.

Há nove anos, o Benfica (orientado por Jorge Jesus) veio parar a essa fase via Liga dos Campeões, tal como agora, ao terminar no terceiro lugar do Grupo B (cinco pontos), atrás de Schalke04 e Lyon, mas com mais um ponto que o Apoel Telavive de Israel. O mesmo destino teve o SC Braga, de Domingos Paciência, que terminou no terceiro posto do Grupo H (nove pontos), atrás do Arsenal e Shakhtar Donetsk mas à frente do Partizan (0 pontos)

O Sporting de José Couceiro, terminou em primeiro do seu grupo com 12 pontos, à frente de Lille, Gent e Levski Sofia. O FC Porto, de Villas-Boas, também terminou em primeiro no seu grupo da Liga Europa, à frente de Besiktas, Rapid Viena e CSKA Sofia.

Nos 16-avos-de final, o SC Braga eliminou o Lech Poznan (2-0 e 0-1), o Sporting afastou o Rangers (2-2 fora e 1-1 em casa), o FC Porto deixou o Sevilha pelo caminho (1-0 no Dragão e 1-2 em Espanha) e o Benfica despachou o Estugarda (2-1 e 2-0).

De recordar que nessa época de 2010/2011, tivemos três equipas nas meias-finais, onde o SC Braga eliminou o Benfica e foi discutir o troféu com o FC Porto em Dublin, tendo perdido por 1-0, golo de Radamel Falcao.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.