Com o triunfo de domingo, por 2-1, sobre o Manchester United nas meias-finais da Liga Europa 2019/20, o Sevilha garantiu a presença na sua 11.ª final europeia deste século. Um registo que faz do clube o emblema com mais presenças em finais europeias desde a época 2000/01, superando na lista outra formação espanhola, no caso o Real Madrid, que soma dez presenças (cinco finais da Liga dos Campeões e cinco Supertaças Europeias).

O Sevilha, por seu lado, vai para a sua sexta presença do século XXI em finais da Liga Europa (venceu as anteriores cinco) e esteve consequentemente em cinco Supertaças Europeias, das quais venceu apenas uma, perdendo as outras quatro.

No terceiro lugar da lista do maior número de presenças em finais europeias no presente século está o Liverpool, campeão europeu na temporada passada, que esteve em nove jogos decisivos desde a temporada de 2000/01: quatro finais da Liga dos Campeões, duas finais da Taça UEFA/Liga Europa e três Supertaças Europeias.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.