“É o mata ou morre. O único resultado em que podemos pensar é na vitória”.

Na opinião do avançado “tem faltado um pouco de sorte e de experiência”, agora frente ao Athletic Edgar espera  que “seja o dia de vencer”.

Em termos individuais, Edgar Silva reconhece que tem falhado na hora de marcar: “No último jogo não estive feliz. Sentia-me bem, mas na hora da definição não acertava na baliza. Espero que eu e os meus companheiros estejamos agora com mais sorte”.

Sobre o adversário, o avançado reconhece que Llorente é um dos jogadores mais perigosos: “Têm um bom ponta-de-lança e, lá, tinham de pressionar, pois estavam a perder”.

Agora, no jogo em casa, Edgar Silva deixa a receita: “Temos de ser agressivos e com o apoio dos nossos adeptos vamos ser nós a pressionar o Bilbao”.

O Nacional – Athletic Bilbao joga-se esta quinta-feira às 20h15.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.