FC Porto, em vantagem para a visita à Lazio, e Sporting de Braga, obrigado a virar a eliminatória no Minho com o Sheriff, tentam hoje assegurar a passagem aos oitavos de final da Liga Europa de futebol.

Depois do 2-1 no Estádio do Dragão, na primeira mão, um empate na capital italiana é suficiente para o FC Porto seguir em frente na competição, para a qual foi relegado da Liga dos Campeões, enquanto os bracarenses necessitam de virar o 0-2 sofrido da Moldávia, algo que nunca conseguiram nas provas europeias.

Primeiro a entrar em ação, às 18:45 locais (17:45 em Lisboa), a equipa de Sérgio Conceição parte com um golo de avanço, ‘culpa’ do espanhol Toni Martínez, que ‘bisou’ no Dragão (37 e 49 minutos), depois de Zaccagni adiantar os romanos (23).

A tarefa não se pode considerar fácil para o líder da I Liga, face ao sexto colocado da Serie A, mas o FC Porto parte como favorito, já que lhe servem dois resultados (vitória e empate) e nem tem o problema do golo marcado fora pela Lazio, já que esta temporada o mesmo deixou de contar a dobrar.

Caso consiga o apuramento, na sua sexta presença na Liga Europa, o FC Porto repete os ‘oitavos’ de 2010/11 e 2013/14, sendo que na primeira ocasião venceu o troféu (1-0 ao Sporting de Braga, na final) e na segunda ‘caiu’ nos ‘quartos’, perante o Sevilha.

Por seu lado, a partir das 20:00, o Sporting de Braga necessita de dois golos para pelo menos empatar a eliminatória com o Sheriff, equipa que também caiu para a Liga Europa via 'Champions’.

O Sheriff, em reduto alheio, apresenta no currículo em 2021/22 a vitória sobre o Real Madrid, por 2-1, conseguida, em 28 de setembro de 2021, com golos do uzbeque Jasur Jakhshibaev e do luxemburguês Sebastien Thill, na Liga dos Campeões.

Thill também marcou aos ‘arsenalistas’ na primeira mão, aos 43 minutos, de grande penalidade, tal como o maliano Adrama Traoré, que faturou aos 83, selando o 2-0 final.

À oitava presença na segunda prova da UEFA, o Sporting de Braga procura, como o FC Porto, a terceira presença nos ‘oitavos’, nos quais esteve em 2010/11 e 2015/16, épocas em que chegou à final e ‘caiu’ nos quartos de final, respetivamente.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.