Com três jogadores infetados com COVID-19 no plantel - Taarabt, Darwin e Weigl - Jorge Jesus foi questionado sobre se o Benfica pondera pedir o adiamento do próximo jogo da I Liga, caso sejam detetados mais casos.

"A pandemia é uma realidade no mundo, nuns países mais do que outros. Temos de estar preparados para isto. Também afeta as equipas e podes ter várias situações destas: para já temos três [infetados], o que, para nós, já é muito. Mas há equipas que têm 16 ou 17, como no Brasil, e tens que dar solução a isto. Se podemos adiar? Sim, se acharmos que a solução ideal é for permitido, podemos pôr a ideia em cima da mesa", admitiu o técnico na antevisão do jogo contra o Rangers, para a Liga Europa.

"Não há vantagem de jogar sem adeptos. Todos os jogadores querem jogar com adeptos. Acho que a qualidade do futebol piorou em todo o mundo. São os mesmos jogadores e treinadores. O ambiente dos adeptos obriga a uma paixão muito grande para se entregarem ao jogo. É como se fosses para o teatro e o cenário atrás não está lá. Não é a mesma coisa. O futebol sem adeptos não tem sumo nem paixão", acrescentou.

 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.