Ricardo Horta isolou-se hoje, pela primeira vez, na liderança dos melhores marcadores do Sporting de Braga nas taças europeias de futebol, com 13 golos, ao faturar na receção aos ucranianos do Zorya (2-0).

Em encontro da sexta e última jornada da fase de grupos, o avançado luso, de 26 anos, foi aposta de Carlos Carvalhal aos 68 minutos e, segundos volvidos, marcou o segundo golo do jogo, a passe de Iuri Medeiros, também acabado de entrar.

Desta forma, Ricardo Horta deixou para trás o companheiro de equipa Paulinho - também em campo a partir dos 68 minutos -, que havia igualado na ronda anterior, quando apontou o terceiro tento dos ‘arsenalistas’ no reduto do AEK Atenas (4-2).

O ‘21’ dos ‘arsenalistas’, que entrou para esta época com 10 golos, um em 2016/17, um em 2017/18, dois em 2018/19 e seis em 2019/20, passou a somar três em 2020/21, uma vez que também havia marcado na receção aos gregos (3-0).

Por seu lado, Paulinho, que se estreou em 2020 como internacional ‘AA’ com um ‘bis’, apontou três em 2017/18, ficou em ‘branco’ em 2018/19, chegou aos seis na temporada transata e também leva três em 2020/21.

Com os tentos apontados na presente edição da Liga Europa, Ricardo Horta e Paulinho deixaram para trás o brasileiro Alan, que, entre 2008/09 e 2015/16, marcou 11 golos, seis na Liga dos Campeões, um na Taça UEFA e quatro na Liga Europa, o último num triunfo em Marselha, por 3-2, em 22 de outubro de 2015.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto