O clube polaco de futebol Legia Varsóvia viu a UEFA instaurar-lhe um processo disciplinar devido a uma tarja exibida pelos seus adeptos na receção aos israelitas do Hapoel Telavive, com a inscrição “Jihad Legia”.

Tudo aconteceu em 29 de setembro, no encontro do Grupo C da Liga Europa ganho pelos anfitriões (3-2), quando um grupo de fãs polacos mostrou a palavra (normalmente aceite como “Guerra Santa”, invocada pelos fundamentalistas islâmicos), escrita com uma grafia de estilo arábico.

O organismo disciplinar da entidade que superintende o futebol na Europa e cujos regulamentos condenam «atos de natureza política, ofensivos ou provocatórios» nos jogos por si organizados vai analisar o caso em 17 de novembro, podendo a equipa polaca ser condenada a jogar partidas à porta fechada.

O Legia Varsóvia visita o Hapoel Telavive em 15 de dezembro.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.