Os ingleses do Manchester United e os italianos da Roma enfrentam-se esta quinta-feira, a partir das 20h00, na primeira mão das meias-finais da Liga Europa, num encontro que coloca frente a frente o treinador português Paulo Fonseca e o médio Bruno Fernandes.

Na Liga Europa, o treinador português tem a oportunidade de ‘redimir’ uma época que não tem sido fácil em Itália, eliminado da Taça e ‘afundado’ no sétimo lugar na Série A, na qual voltou a perder no domingo (3-1 com o Cagliari).

Não é a melhor fase da época para os romanos, que na quinta-feira, em Old Trafford, precisam do melhor de si diante de um Manchester United, que atravessa uma melhor fase, apesar do nulo no último fim de semana com o Leeds, na Liga inglesa.

A equipa de Bruno Fernandes registava até esse jogo a sua melhor série da temporada, com cinco triunfos consecutivos, dois dos quais a ditarem a eliminação dos espanhóis do Granada nos ‘quartos’ da Liga Europa, enquanto a Roma tinha afastado o Ajax.

Nestas meias-finais, os ‘red devils’ procuram a segunda final em poucos anos, depois de a equipa ter sido campeã em 2016/17, com José Mourinho como treinador, e já na última época (2019/20) ter sido semifinalista, derrotada pelo Sevilha (2-1), futuro campeão.

Bruno Fernandes, que trocou nessa época o Sporting pelos ‘red devils’, procura estar também na sua primeira final europeia de clubes, depois de na meia-final de 2019/20, a uma única mão devido à pandemia da covid-19, até ter marcado o único golo do United.

Histórico de confrontos

Esta é a sétima vez que Manchester United e Roma se defrontam. Os ingleses levam clara vantagem sobre os italianos: quatro vitórias (67%), um empate (17%) e uma derrota (17%).

Os seis encontros entre os dois emblemas aconteceram entre 2007 e 2008. Os dois primeiros embates aconteceram nos quartos de final da Liga Europa 2006/2007. Os romanos até venceram a primeira mão por 2-1 com golos de Taddei e Vucinic (Wayne Rooney reduziu), mas em Old Trafford os ingleses deram a volta à eliminatória com uma esmagadora vitória por 7-1 (Carrick e Cristiano Ronaldo bisaram, e Alan Smith, Rooney e Evra também marcaram. De Rossi reduziu).

Na temporada seguinte o destino (ou o sorteio) voltou a juntar as duas equipas, que acabariam por se encontrar quatro vezes nessa edição da Liga dos Campeões.

Os dois primeiros encontros foram na fase de grupos, num conjunto que contava ainda com Sporting e Dinamo Kiev. O Manchester United venceu o primeiro embate entre os dois com um golo de Rooney e o segundo terminou empatado a uma bola: Mancini marcou para os italianos e Gerard Piqué para os espanhóis.

O Manchester United terminou o grupo na liderança com 16 pontos e seguiu para a próxima fase, tal como a Roma que ficou em segundo com 11 pontos. Nos oitavos de final eliminaram Lyon e Real Madrid, respetivamente, para se voltarem a encontrar nos quartos.

Os ingleses venceram o primeiro encontro por 2-0, com golos de Rooney e Cristiano Ronaldo, e o segundo por 1-0 graças a Tévez. O Manchester United acabaria por levantar a orelhuda nesse ano, depois de eliminar Barcelona nas meias e bater o Chelsea na final daquela que seria a primeira Champions da carreira de Cristiano Ronaldo.

O que dizem os treinadores

Ole Gunnar Solskjaer: "A Roma é um clube com uma história fantástica. Tenho em casa uma camisa do Totti e do De Rossi autografadas. Depois do sorteio, analisámos o adversário até à exaustão. (...) É um sonho vencer um título por este clube como treinador. A nossa ambição é conquistar um título e festejar. Sei que isso é importante para a evolução da equipa".

Paulo Fonseca: "Será até agora o jogo mais importante da minha carreira na Europa. Mas, sobretudo, é uma grande oportunidade para o clube e também para a cidade e os jogadores. Nem todas as equipas têm a possibilidade de defrontar o Manchester United numas meias-finais".

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.