Depois do sucedido ontem no Estádio D. Afonso Henriques, o Marselha pondera expulsar Patrice Evra, referindo que não vai tolerar este tipo de atitudes.

A informação é avançada pelo jornal francês L'Équipe, que fala também numa sanção da UEFA que poderá implicar vários meses de afastamento para Evra.

Em comunicado, o clube francês dá conta que “abriu uma investigação interna para apurar responsabilidades. Um jogador profissional deve manter o seu sangue frio face a provocações e insultos, por mais duros e injustificados que sejam. Igualmente, o clube não pode fazer mais se não condenar o comportamento destrutivo do pseudo adepto que insulta os seus próprios jogadores, numa altura em que todos devem apoiar a equipa", pode ler-se.

O encontro ficou marcado por um episódio que está a correr mundo e mancha a carreira de Patrice Evra. O lateral esquerdo envolveu-se em confusão antes do início do jogo e agrediu um adepto do Marselha a pontapé, num golpe a lembrar Eric Cantona (que, enquanto jogador do Manchester United, agrediu um adepto com um golpe de Karaté). Tudo começou quando, a cerca de 25 minutos antes do início do jogo, Evra atirou uma bola para a bancada dos adeptos do Marselha. Estes não gostaram e devolveram o esférico ao veterano jogador (muito contestado pelas suas recentes exibições). Houve uma troca de palavras, alguns adeptos saltaram a vedação, invadiram na zona de aquecimento e entraram em confrontos com os jogadores. Nesse momento, Evra atingiu um adepto do Marselha com um pontapé na cabeça, num golpe a lembrar lutadores de MMA (Mixed Martial Arts) antes de ser retirado do local da confusão por Abdenour e Rolando.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.