“Eu penso que entrámos muito bem no jogo. A primeira meia-hora foi boa, de domínio, criação de oportunidades, no entanto pouca eficácia (…) Penso que a primeira parte foi bem conseguida, com mais algum golo as coisas estariam resolvidas”, analisou assim Paulo Bento os primeiros 45 minutos.

O treinador lamentou no entanto que, no segundo tempo, os jogadores tenham diminuído o ritmo da partida e deixado que o adversário fizesse o golo do empate: “ Na 2ª parte fomos, nalguns momentos, pouco eficazes. O objectivo era não perder a bola e aproveitar os espaços dados pelo adversário, contudo acabámos por fazer o contrário. Criamos-lhes a oportunidade para fazer o golo. No entanto, acabámos por reagir e conseguimos o segundo golo”.

Com a terceira vitória na Liga Europa, Paulo Bento assume que a equipa está muito perto da próxima fase da prova: “Colocámo-nos numa posição muito boa para estarmos na segunda fase da Liga Europa”.

Este jogo ficou marcado também pelo facto de o Sporting assinalar um novo recorde nas competições europeias: o maior número de partidas disputadas sem sofrer derrotas. Paulo Bento defende que o mérito deste feito é todo dos jogadores: “Bater um recorde de jogos sem perder na Europa, dentro de algumas coisas negativas que temos feito, esta é uma situação positiva. O mérito desta vitória e deste feito vai para os jogadores que tiveram capacidade para resolver algo que nós complicámos”.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.