O treinador do Shakthar Donetsk, Paulo Fonseca, garantiu hoje que, apesar de ir jogar sem vários jogadores titulares, vai querer vencer o Sporting de Braga na quinta-feira, na última jornada do grupo H da Liga Europa de futebol.

Com cinco vitórias nas cinco anteriores rondas, a equipa ucraniana já está apurada, mas o técnico garante que vai jogar para ganhar, apesar de ter deixado em casa vários jogadores habitualmente titulares.

"Que não restem dúvidas que o nosso objetivo passa claramente por vencer em Braga, aliás, o Shakthar entra em qualquer jogo para vencer e aqui não será com certeza diferente, apesar de já termos o objetivo alcançado e de irmos ter um jogo de maior importância que este na segunda-feira [Dínamo Kiev], mas o único e claro objetivo é vencer este jogo", reforçou.

O treinador português que conquistou a Taça de Portugal na época passada pelo Sporting de Braga admitiu que gostaria que os minhotos se apurassem.

"Naturalmente, não posso ser hipócrita e gostava que o Braga passasse, mas que não o faça à minha custa, que o consiga por força do outro resultado porque amanhã [quinta-feira] seremos adversários, mas dado o meu passado recente gostaria que o Braga passasse", disse.

O Shakthar Donetsk treinou hoje em Kiev com 12 graus negativos, mas Paulo Fonseca recusou dar importância ao choque térmico com a temperatura quase primaveril que se faz sentir em Braga.

"Confesso que foi muito difícil para mim treinar, estava muito frio, mas não vai ser um obstáculo para a equipa, é muito pior jogar com imenso frio, amanhã [quinta-feira] não vai haver qualquer tipo de dificuldade", disse.

Sobre a oportunidade que vai dar a alguns jogadores mais jovens, notou que o já tinha feito com o Konypasor e “a resposta foi excelente".

Questionado sobre as críticas que os adeptos têm feito a algumas exibições da equipa de José Peseiro disse que o mais importante são os resultados.

"Tenho tido a possibilidade de ver os jogos do Braga e naturalmente é um Braga com outro treinador, ideias diferentes, mas que tem conseguido excelentes resultados e isso é o mais importante. Não é justo da minha parte entrar em comparação entre o que foi o Braga do ano passado e o deste ano, não devo ser eu a fazer essa comparação", disse.

Afirmando o seu "contentamento" por voltar à cidade e ao clube que treinou na época passada, Paulo Fonseca disse esperar "ser bem recebido pelos adeptos”, porque “não há motivo para ser de outra forma”, mas acreditar que “isso será antes do jogo”, pois quando começar vão vê-lo “como adversário".

O defesa Bogdan Butko, que será titular na quinta-feira, destacou a força coletiva do Sporting de Braga, mas recusou destacar qualquer jogador.

Assegurou ainda que, ainda que com muitos jogadores jovens a equipa vai jogar para vencer e desvalorizou o facto do Shakthar apenas ter viajado para Portugal ao final da tarde e nem sequer ter treinado em Braga.

"Isso não é problema, treinámos em condições piores hoje. Estamos preparados, confiantes, acreditamos em nós próprios", disse.

Sporting de Braga, segundo classificado do grupo H, com seis pontos, e Shakthar Donestk, primeiro, com 15, defrontam-se às 16:00 de quinta-feira, no Estádio Municipal de Braga, partida que será arbitrada pelo turco Ali Palabiyik.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.