O treinador Pedro Martins classificou hoje de “agridoce” a eliminação do Olympiacos na Liga Europa de futebol, realçando a “vitória merecida” em casa do Arsenal.

“Jogámos bem e tivemos uma vitória merecida. Esta é uma eliminação agridoce. Estou muito satisfeito com a dedicação, personalidade e esforço dos meus jogadores”, disse o técnico luso.

O conjunto grego ganhou por 1-0 em Londres e impôs assim o primeiro desaire europeu da época aos ‘gunners’, que eliminaram o Benfica na ronda anterior e que vinham de um triunfo por 3-1 em Atenas.

“O segundo e o terceiro golos sofridos em Atenas custaram-nos a qualificação”, lamentou Pedro Martins, que apontou como decisivas as “muitas ausências e lesões em jogos importantes”.

O treinador recordou que a nível europeu os desafios são muitas vezes decididos pelos “detalhes”, pelo que “não ter uma equipa completa contra grandes adversários teve um custo” para o Olympiacos.

“Derrotar o Arsenal aqui em Londres pela terceira vez consecutiva significa que subimos um nível e podemos olhar qualquer adversário nos olhos”, regozijou-se.

Pedro Martins elogiou a “mentalidade vencedora” que caracteriza a sua equipa, facto que, em seu entender, tem granjeado o “respeito dos rivais”.

O luso considerou ainda que o Arsenal é favorito a vencer a Liga Europa, que conta ainda com Roma, de Paulo Fonseca, Manchester United, Ajax, Dínamo Zagreb, Slavia Praga, Villarreal e Granada.

Além de Pedro Martins, também José Mourinho e o Tottenham caíram nos ‘oitavos’, após prolongamento com o Dínamo Zagreb, com o Shakthar Donetsk, de Luís Castro, a ser afastado pela Roma, do seu antigo treinador Paulo Fonseca.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.