“O trabalho está sendo feito, e bem feito. Queremos vencer todos os jogos e não importa se é por oito, sete ou um a zero. O importante são os três pontos”, referiu o jogador encarnado.

Depois de um arranque fulgurante, o Benfica vem de dois jogos menos conseguidos (foi eliminado pelo Vitória de Guimarães (1-0), na Luz, da Taça de Portugal e não foi além de um empate a zero com o Sporting, para a Liga), mas são momentos não influenciam negativamente a equipa.

“Jogamos sempre para vencer, mas infelizmente, nesses dois últimos não conseguimos. Agora é dar a volta por cima, temos um jogo importante amanhã, estamos concentrados e focados nele, para vencer”, frisou.

Apesar de vir de um país quente, o brasileiro não tem medo do frio e garante que “equipa que quer vencer tem de passar esse obstáculo”.

“Nunca tive dificuldade com o frio até porque, embora ultimamente estivesse a jogar em Belo Horizonte, joguei boa parte do tempo no sul do Brasil, em Santa Catarina, e quando esfria é pesado”, lembrou.

O jogo entre o Benfica, líder com nove pontos, e o BATE Borisov, terceiro, com quatro, do Grupo I de apuramento, realiza-se amanhã no Estádio Dinamo, em Minsk, e tem início às 18:00.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.