O futebolista português Simão Sabrosa disse hoje que foi muito emocionante o regresso ao Estádio Vicente Calderón, onde marcou o golo do Besiktas na derrota frente ao Atlético de Madrid (3-1), seu antigo clube.
“Foi muito emocionante. Estou superfeliz, porque os adeptos mostraram que continuam a gostar de mim e a respeitar-me e isso é o mais bonito do futebol. É o que sempre queremos, que, quando jogamos com um antigo clube, continuem a gostar de nós. É sinal que demos tudo pelo clube. Não posso pedir mais”, referiu.
O internacional português foi muito aplaudido pelos adeptos “colchoneros”, não tendo festejado o golo que marcou, aos 53 minutos, e que mantém o conjunto turco na corrida por um lugar nos quartos de final da Liga Europa.
“O meu golo deu-nos um pouco de mergem. Podíamos ter marcado o segundo. Na segunda parte, fomos melhores e jogámos cara-a-cara com o Atlético de Madrid. A eliminatória está aberta, embora o Atlético tenha dois golos de vantagem e não seja fácil marcar-lhes”, disse Simão.
O jogo da segunda mão joga-se a 15 de março, na Turquia.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.