Neste dia, há precisamente dez anos, o FC Porto batia o Sp.Braga por 1-0 em Dublin, na final da Liga Europa, a única final europeia a ter, até à data, colocado frente a frente duas equipas portuguesas.

A orientar os dragões estava André Villas-Boas e, dez anos depois, o técnico fez questão de lembrar essa data com uma publicação nas redes sociais, prestando tributo aos jogadores e equipa técnica que estiveram a seu lado nessa conquista.

"Deram tudo por nós esses atletas, transpirados mas sempre inspirados, criativos e livres, encontraram sempre o caminho certo.

Helton; Beto; Kieszek. Fucile; Sapunaru; Rolando; Sereno; Otamendi; Maicon; Álvaro Pereira; Emidio Rafael. Fernando; Souza; Guarin; Belluschi; Moutinho; Ruben Micael; Castro; Ukra; Mariano Gonzalez; Hulk; Cristian Rodriguez; Varela; James Rodriguez; Walter; Falcão...

A época de 2010/2011 tem contornos mágicos, pintados de azul e branco e banhados a ouro na história do clube. Uma equipa, um staff e uma estrutura que se excederam a todos os níveis. 10 anos da final de Dublin e a memória segue viva! Um salto para a eternidade. Viva o FC Porto", escreveu Villas-Boas na sua conta oficial no Instagram.

Nessa temporada, recorde-se, para além de vencer a Liga Europa o FC Porto conquistou também a Supertaça portuguesa, a Taça de Portugal e, invicto, o campeonato nacional. Villas-Boas rumou, na temporada seguinte, ao comando técnico do Chelsea.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.