O Vitória de Guimarães sai de Marselha com uma derrota por 2-1, em jogo da terceira jornada da Liga Europa. Rafael Martins inaugurou o marcador para os vimaranenses aos 14 minutos, Lucas Ocampos repôs a igualdade aos 28', e Lopez sentenciou a reviravolta no marcador, aproveitando duas distrações dos visitantes. Com este resultado, a equipa de Pedro Martins vê a sua situação no Grupo I cada vez mais complicada - ocupa o último lugar com apenas um ponto.

O Vitória de Guimarães não se deixou afetar pelo ambiente fervoroso do Vélodrome e entrou bem na partida. Aos 14 minutos, Rafael Martins, de cabeça, fez a bola passar muito perto do poste da baliza de Mandanda. Logo a seguir, foi a vez de Lucas Ocampos obrigar Miguel Silva a uma grande defesa.

Certo é que o avançado dos vitorianos não demorou muito tempo a redimir-se: ao minuto 17, jogada de contra-ataque e cruzamento de Heldon na direita para a antecipação de Rafael Martins, a desviar de cabeça para o fundo da baliza do Marselha. Estava feito o primeiro golo da formação minhota.

A vantagem da equipa de Pedro Martins, contudo, foi sol de pouca dura. Uma perda de bola na saída para o ataque permitiu a Ocampos repôr a igualdade no marcador, com um belo remate acrobático, a aproveitar um desentendimento entre Raphinha e Wakaso. O Marselha continuou por cima do jogo e aos 36' foi a vez de Maxime López ficar perto do golo, mas o remate foi intercetado por Jubal.

O segundo tempo começou logo com uma 'bomba' de Rafael Martins (49'), do meio da rua, a tentar surpreender Mandanda, mas a bola saiu ligeiramente por cima. A equipa de Rudi Garcia, que deixou Mitroglou e Rolando no banco, nunca deixou de procurar a vantagem e aos 60 minutos, Ocampos atirou com estrondo ao ferro da baliza defendida por Miguel Silva.

Infelizmente, o pior ainda estava para vir. Aos 76 minutos, uma desatenção da defesa vimaranense permitiu a recuperação de bola do Marselha, com Ocampos a servir Lopez, que domina e, na área, remata para o segundo do Marselha.

A formação de Pedro Martins dispôs de uma excelente oportunidade para chegar ao 2-2, já na reta final, mas Mandanda evitou o remate de fora da área de Wakaso.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.