O final do PSG-Marselha ficou marcado pelos cinco vermelhos mostrados pelo árbitro da partida a jogadores das duas equipas, nos quais se incluiu Neymar, depois de ter dado uma palmada no pescoço de Álvaro Gonzaléz, defesa do Marselha que o brasileiro já tinha acusado de racismo na primeira parte do encontro.

Depois do jogo, Álvaro Gonzaléz recorreu às redes sociais para responder às acusações do internacional brasileiro. "Não há lugar para o racismo. Carreira limpar e com muitos companheiros e amigos no dia a dia. Às vezes há que aprender a perder e assumi-lo em campo. Três pontos incríveis", escreveu o jogador do Marselha.

Neymar não se ficou e voltou a responder. "Não és homem para assumir o teu erro, perder faz parte do desporto. Agora insultar e trazer o racismo para as nossas vidas não, não estou de acordo. Eu não te respeito. Não tens carácter! Assume o que falas… sê homem, rapaz. Racista!", escreveu o brasileiro.

Recorde-se que o craque do PSG recebeu ordem de saída, depois de dar uma palmada na cabeça do defesa espanhol dos marselheses, e é audível nas imagens da transmissão do encontro que Neymar volta a apontar à existência de atos racistas por parte de Gonzaléz.

"Racismo não!": Neymar queixa-se de insultos racistas durante o PSG-Marselha
"Racismo não!": Neymar queixa-se de insultos racistas durante o PSG-Marselha
Ver artigo

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.