O presidente do clube, Jean-Michel Aulas, reconheceu que Puel pode deixar o clube, mas que neste momento “não está ameaçado”, garantindo ainda que não fez qualquer abordagem para contratar outro treinador.

Nos últimos dias, a imprensa gaulesa adiantou os nomes do francês Paul Le Guen, antigo treinador do Lyon, e do italiano Marcello Lippi, ex-seleccionador de Itália e campeão Mundial em 2006, como prováveis substitutos de Puel.

“Um treinador é interino desde que é contratado”, salientou Claude Puel, que não conseguiu conquistar qualquer título no Lyon, mas levou o clube gaulês pela primeira vez às meias-finais da Liga dos Campeões, em 2009/2010.

Nas primeiras seis jornadas da Liga francesa, o Lyon apenas venceu um jogo e perdeu três, somando ainda dois empates.

Na próxima ronda, o Lyon vai defrontar o líder Saint-Etiènne, num encontro que poderá ser decisivo para a continuidade de Puel.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.