O treinador do Marselha, Didier Deschamps, negou, esta segunda-feira, os rumores de uma eminente saída para o Chelsea para substituir André Villas-Boas.

«A realidade é que um treinador foi demitido e isso nunca é bom. É sempre triste porque o nosso trabalho é complicado e isto pode acontecer em qualquer altura», começou por dizer o treinador francês à imprensa gaulesa.

«Os jornalistas dizem muitas coisas, mas vou utilizar uma expressão normalmente usada pelos meus filhos: estou sempre numa curta lista de treinadores, mas ela acaba sempre por ser demasiado curta», acrescentou.

Didier Deschamps chegou a representar o Chelsea enquanto jogador durante a temporada 1999/2000.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.