Parece que o caso do Paris Saint Germain e do fair-play financeiro tem novo ator. A presidente da Liga Francesa decidiu enviar uma carta à UEFA, onde se queixa das "ingerências" de Javier Tebas, presidente da Liga Espanhola.

Segundo avança o jornal espanhol Mundo Deportivo, Nathalie Boy de la Tour acredita que Tebas está a prejudicar a liga francesa, depois do dirigente pedir à UEFA para analisar o fair-play financeiro do PSG.

"Essas declarações constituem uma ingerência no funcionamento da liga de futebol profissional que prejudicam o Paris Saint-Germain e, depois, o resto da liga espanhola", afirmou a líder da Ligue 1, numa carta divulgada pelo jornal francês L' Équipe e enviada a Aleksander Ceferin, presidente do organismo europeu.

Este protesto de Boy de la Tour junta-se ao apelo da Federação Francesa de Futebol, que pediu a Tebas que termine com os seus ataques ao PSG e insinuou que podia denunciar o dirigente.

A presidente da liga francesa pediu à UEFA que exiga a Tebas que "utilize um nível de linguagem digno", sem prejudicar a imagem que o futebol deve dar.

As críticas do Presidente da Liga Espanhola ao PSG multiplicaram-se desde que o clube parisiense contratou Neymar por 222 milhões de euros. O dirigente quer que a UEFA castigue o emblema gaulês por uma suposta violação das regras do fair-play financeiro, pelo clube estar a ser apoiado pelo estado do Catar, que é acionista do clube.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.