O Marselha anunciou que tem três casos suspeitos de COVID-19. O emblema francês, treinado por André Villas-Boas, não espeficia se os suspeitos de estarem infetados são jogadores, técnicos, staff médicou ou funcionários.

Em comunicado, o Marselha explica que já contactou a Liga Francesa (LFP) para dar conta dos resultados dos testes.

De recordar que o emblema francês conta com cinco casos confirmados de COVID-19 no plantel: Payet, Amavi, Rongier, Lopez e Mandanda acusaram positivo e estão em isolamento. Estes casos levou a Liga Francesa a adiar o jogo de estreia do Marselha na Ligue 1, frente ao Saint-Étienne. O encontro foi adiado para o dia 17 de setembro.

Villas-Boas tem, assim, vindo a orientar os trabalhos da sua equipa de forma condicionada, com os jogadores separados por dois grupos e a treinarem em horários diferentes, estando os atletas infetados a cumprir quarentena. O embate da segunda jornada do Marselha, uma visita ao Brest, a 30 de agosto, não foi alterado mas também poderá ser adiado se se confirmar mais casos no plantel.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.