O Marselha derrotou hoje o Rennes em casa, por 2-0, e isolou-se no segundo posto da Liga francesa de futebol, naquela que foi a terceira vitória consecutiva para o emblema do sul do país, no encontro da sexta jornada.

Depois de uma primeira parte sem golos, o senegalês Bamba Dieng inaugurou o marcador no Estádio Vélodrome, à passagem do minuto 48, e o marroquino Amine Harit saiu do banco para ‘selar’ o triunfo, aos 71.

Com esta vitória, a equipa comandada pelo argentino Jorge Sampaoli ‘saltou’ para a vice-liderança da Ligue 1, com 13 pontos, menos dois do que o líder Paris Saint-Germain, que entra em campo ainda hoje, quando receber o Lyon. Já o Rennes é 16.º posicionado, com cinco.

Com o internacional português Gelson Martins entre os titulares, o Mónaco (14.º, com cinco) foi a casa do rival Nice (quinto, com 10) empatar a dois golos, com Aleksandr Golovin (39) e Ben Yedder (77) a marcarem para a equipa visitante, enquanto Andy Delort (51) e Boudaoui (73) fizeram os tentos dos locais, que viram ainda o colega Amine Gouiri desperdiçar uma grande penalidade que podia ter dado a vitória na Allianz Riviera.

A goleada da jornada foi protagonizada pelo sétimo colocado Nantes (4-1), no campo do Angers, que se mantém à ‘porta’ do pódio, em quarto, com 11, depois de hoje apenas ter conseguido encurtar distâncias por Ismael Traoré (10), face aos golos de Andrei Girotto, logo aos três, Ludovic Blas (seis e 79) e Kolo Muani (23).

De resto, o duelo entre Troyes e Montpellier terminou empatado a um golo, o mesmo resultado verificado na receção do Clermont ao Brest, enquanto Reims e Lorient ficaram-se pelo ‘nulo’.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.