O seleccionador da França, Laurent Blanc, pretende convocar os dois jogadores para a equipa nacional francesa.

“Com certeza que esses homens são inocentes, mas actualmente torna-se uma grande dificuldade que um acusado seja seleccionado para a equipa nacional”, declarou hoje Roselyn Bachelot à rádio France 1, embora garanta que respeitará a decisão do seleccionador.

Na semana passada, o novo seleccionador de futebol colocou os dois jogadores no grupo de “seleccionáveis” ao considerar que o processo judicial em que estão envolvidos é um “assunto privado”.

“As investigações judiciais são demoradas”, afirmou o técnico, recordando que ocupará o lugar durante dois anos para formar “a melhor equipa possível” pelo que não afasta Benzema (Real Madrid) e Ribéry (Bayern de Munique), dois jogadores que “potencialmente” poderão defender as cores francesas.

Benzema e Ribéry estão acusados de presumivelmente terem solicitado os serviços de uma prostituta menor de idade conhecida como Zahia.

O jogador do Real Madrid nega conhecer a prostituta, enquanto o futebolista do Bayern Munique reconheceu ter mantido relações sexuais com Zahia mas garante não saber que ela tinha menos de 18 anos.

A legislação francesa prevê uma pena até três anos de prisão e 45 mil euros de multa para quem recorra aos serviços de prostitutas com menos de 18 anos, embora seja preciso provar que os clientes sabiam que a prostituta era menor na altura dos factos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.