A Comissão Diciplinar da Liga Francesa de Futebol analisou os incidentes do encontro de domingo entre PSG e Marselha, que terminou com cinco expulsões e acusações de racismo de Neymar (um dos jogadores que viu a cartolina vermelha) a Alvaro Gonzalez.

Para já - a questão relativa aos alegados insultos racistas ainda se encontra em análise - o castigo mais pesado foi para Layvin Kurzawa, lateral-esquerdo do PSG, suspenso por seis jogos. Já Jordan Amavi, que se envolveu numa série de agressões com Kurzawa, levou três jogos de suspensão. Neymar vai ficar de fora dois jogos, tantos como Javier Paredes, do Marselha. A pena mais leve foi para Dario Benedetto, também do Marselha, castigado com apenas um jogo de suspensão.

A Comissão Disciplinar informou ainda que continuam em aberto e em processo de instrução os dossiers relativos à aplicação de eventuais castigos a Di Maria, acusado de ter agredido Alvaro Gonzalez, e Alvaro Gonzalez, pelos tais alegados insultos racistas a Neymar. O organismo garante que estes dois processos serão também analisados em breve.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.