Paris Saint-Germain admite descontentamento de Cavani: "Pediu para sair"

O uruguaio recusou integrar a convocatória do PSG para o jogo com o Lorient.
Paris Saint-Germain admite descontentamento de Cavani:
Edison Cavani DR

No passado sábado, a imprensa francesa avançava que Edinson Cavani tinha recusado integrar a convocatória para o encontro com o Lorient, forçando desta forma a saída do Paris Saint-Germain. Dois dias depois, o próprio clube confirmou que Cavani quer deixar a capital francesa.

"Esperamos que ele fique no clube. Hoje, pediu para sair. Estamos a estudar a situação. Recebemos uma proposta do Atlético de Madrid, mas não à altura do valor do jogador", admitiu Leonardo, diretor desportivo do Paris Saint-Germain.

O descontentamento do avançado uruguaio deve-se ao facto de o PSG estar a pedir 30 milhões de euros pelo seu passe. O contrato termina no final da época, mas Cavani quer sair já.

O Atlético de Madrid tem sido apontado como o próximo clube do uruguaio, mas Leonardo referiu que as negociações estão demoradas. "Estamos a ouvir, mas ainda estamos um pouco distantes nas negociações com o Atlético de Madrid", revelou.

"Hoje, não há nada. Nunca pensámos nisso. Estamos a pensar no futuro. É tudo um pouco mais claro quanto ao futuro do jogador. Veremos como a situação evolui nos próximos dias. Estamos a ouvir porque respeitamos o jogador", acrescentou o diretor desportivo do Paris Saint-Germain, em declarações ao 'L'Équipe'.

Ainda que Cavani não tenha vindo a ser titular regular na equipa do PSG, os parisienses irão provavelmente necessitar dele a partir de fevereiro quando entrarem nas fases decisivas da Ligue 1, Champions League e Taças domésticas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Neste artigo

Veja também

 
 

Comentários

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa , as nossas notificações ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.