O Paris Saint-Germain goleou o Nîmes por 4-0, em encontro da 7.ª jornada da Ligue. Esta foi a quinta vitória consecutiva para os homens de Thomas Tuchel, que já são líderes da Ligue 1, embora que à condição.

Mesmo sem várias estrelas como Di Maria, Neymar, Icardi, Marquinhos, Kipembé, Draxler, entre outros, os campeões franceses não sentiram dificuldades em vencer.

Muitas ausências no PSG, entre castigados e lesionados, levaram Thomas Tuchel a dar a titularidade a dois dos reforços do final do mercado, Rafinha e Moise Kean. O outro reforço de início de época é o português Danilo, que está isolado por ter contactado com Cristiano Ronaldo, testado positivamente ao novo coronavírus no estágio da seleção nacional.

O panorama para o PSG piorou rapidamente, com a lesão de Paredes logo aos nove minutos.

O primeiro golo só surgiu aos 32 minutos, por Kylian Mbappé. O avançado aproveitou um passe de Rafinha para contornar o guarda-redes, rematar com o pé esquerdo e abrir o ativo no Stade des Costieres. O Nimes nesta altura já jogava com menos um, graças a expulsão, com vermelho direto, de Loick Landre, aos 12 minutos.

Isso era um claro convite ao PSG para embalar para o ataque, como fez, e só a excelente exibição do guarda-redes Reynet impediu que os números fossem mais pesados.

Mais golos, só na parte final do encontro. Aos 77 minutos, o lateral Alessandro Florenzi cabeceou para o 2-0, a passe de Sarabia.

Mbappé bisou aos 83, após nova assistência de Pablo Sarabia.

E depois de duas assistências, o espanhol Pablo Sarabia fechou as contas do jogo, com assistência de Colin Dagba.

O PSG chega so 15 pontos, os mesmos do Rennes que empatou a um golo esta sexta-feira frente ao Dijon. Lille (3.º) ou Lens (4.º), podem saltar para a liderança este domingo, caso um deles saia vencedor do confronto entre ambos. lugar.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.