Depois de rescindir contrato com o Sporting, Rafael Leão rumou a França para integrar o Lille. No entanto, o jogador de 19 anos está agora numa situação complicada devido às finanças do emblema francês e pode ficar algum tempo sem entrar em campo.

Segundo avança o 'L'Equipe', a Direção Nacional do Controlo de Gestão, organismo que gere as finanças dos clubes franceses, colocou um objetivo valor conseguido com vendas de jogadores e o Lille precisa ainda de fazer cerca de 30 milhões em vendas até ao final do mercado (31 de agosto) para regularizar a situação financeira e poder utilizar os jogadores.

É oficial: Rafael Leão é reforço do Lille
É oficial: Rafael Leão é reforço do Lille
Ver artigo

Neste defeso, o Lille encaixou 52 milhões de euros as vendas de Yves Bissouma (Brighton & Hove Albion), Ibrahim Amadou (Sevilha FC), Kévin Malcuit (SSC Nápoles) e Hamza Mendyl (Schalke 04). Jérémy Pied e Loic Remy estão na mesma situação que Rafael Leão, já José Fonte conseguiu escapar à sanção imposta ao clube.

Cristophe Galtier, treinador do Lille, já comentou a situação e admite que "vamos perder jogadores, sabemos isso. Faremos tudo para respeitar as exigências da DNCG, mas também para ter um grupo de trabalho competitivo. Já vendemos 52 milhões de euros em jogadores, é bom, nem todos podem fazer isso. O clube vai atingir o objetivo fixado pela DNCG, vamos lutar por isso, mas também para manter uma equipa competitiva. Muitos jogadores são solicitados [por outros clubes]."

Revelada a carta de rescisão de Rafael Leão
Revelada a carta de rescisão de Rafael Leão
Ver artigo

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.