O técnico do Paris Saint-Germain, Thomas Tuchel, admitiu que compreende as críticas dos adeptos a Neymar, isto depois do brsssielrio ter afirmado várias vezes que queria sair do clube no último defeso.

O treinador alemão sublinhou que esta não foi uma situação fácil de gerir, uma vez que não queria ver sair o avançado canarinho.

"Eu sabia que ele [Neymar] queria sair e ele sabia que eu estava contra. Não me parecia o momento nem a decisão correta. Eu como treinador claro que não o queria perder, mas ambos sabíamos que a decisão final não dependia de mim nem dele, mas dos dirigentes", começou por dizer o técnico em entrevista ao canal BeIN Sports.

Questionado sobre as críticas e assobios dos adeptos a Neymar sempre que o PSG joga no Parque dos Príncipes, Tuchel assumiu que falou com o jogador e que ambos sabem que este é um cenário que terão de enfrentar.

"A situação não é simples. Os adeptos expressam-se e eu entendo-os totalmente. (…) Não é agradável ouvir um dos seus jogadores a repetir semana após semana que quer sair. Eu disse-lhe que tínhamos que enfrentar essa realidade", concluiu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.