Mathieu Valbuena, vítima de uma tentativa de chantagem de Karim Benzema, disse hoje que está disponível para jogar ao lado do avançado do Real Madrid na seleção francesa no Euro2016 de futebol.

“Veremos como as coisas correm. Mas sim, não há problema [em jogar na seleção com Benzema], tudo é possível. Não se trata de nenhum homicídio”, disse o médio do Lyon à estação de televisão TF1.

Em novembro, Karim Benzema, companheiro dos internacionais portugueses Pepe e Cristiano Ronaldo no Real Madrid, foi formalmente acusado de “cumplicidade na tentativa de chantagem” e conspiração em ato criminal, punível com um mínimo de cinco anos de prisão, num esquema que envolverá um vídeo de cariz sexual.

Benzema, de 28 anos, admitiu à polícia “ter servido de intermediário” entre Valbuena e o seu amigo de infância Karim Zenati, apresentado no inquérito como o porta-voz de três chantagistas.

O avançado dos madrilenos, que está proibido de contactar Valbuena, foi suspenso da seleção por tempo indeterminado e o presidente da Federação Francesa de Futebol, Noel Le Graet, advertiu que só estará presente no Euro2016 quando o caso ficar concluído e o avançado tiver sido ilibado.

“O Europeu foi um objetivo nosso nos últimos dois anos. Estamo-nos a preparar para a competição e não me imagino fora dela. Não tenho garantias. Só falei com o treinador [Deschamps] e, no final dessa conversa, senti-me bastante melhor”, acrescentou Valbuena, sem querer revelar mais pormenores sobre o que falou com o selecionador francês.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.