Vadim Vasilyev acredita que o Mónaco conseguiu o "negócio mais bem sucedido" no mundo do futebol. O vice-presidente do Mónaco acredita que a venda de Mbappé ao PSG foi um grande negócio.

O dirigente monegasco falou com a agência russa TASS, afirmando que não sabia como é que o Paris Saint-Germain poderia contratar Mbappé e cumprir as regras de fair-play financeiro.

"Não conseguimos perceber até ao final como é que seria possível realizar este negócio, porque a UEFA tinha algumas perguntas sobre o cumprimento do fair play financeiro", referiu Vadim Vasilyev.

"Temos de dar crédito ao Kylian e à sua família porque durante uma reunião trilateral com o PSG, eles insistiram que a transferência seria possível apenas se existissem grandes condições benéficas para o Mónaco", referiu.

"Era importante para nós fechar as negociações com a cabeça levantada. Esta decisão era final e o PSG percebeu que eles apenas podiam pagar este preço".

"Foi um negócio muito difícil [...] Inicialmente, não queríamos que o jogador fosse para o nosso adversário", explicou o dirigente.

"Eu desenvolvi uma relação muito boa com o jogador e com os seus pais, particularmente o seu pai, que também trabalha como seu agente. Quando ouvi as suas opiniões sobre uma mudança para Paris, eu aceitei-as e começamos as negociações muito difíceis e cansativas com o PSG".

"Acredito que este negócio é o mais bem-sucedido no mundo do futebol"

Recorde-se que Kylian Mbappé foi emprestado por uma época ao Paris Saint-Germain, sendo que o vice-campeão francês ficou com uma cláusula de compra obrigatória avaliada em 180 milhões de euros.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.