André Villas-Boas regressou ao banco de suplentes, este verão, para orientar o Marselha, mas a estreia pelo emblema gaulês não foi a desejada.

O clube foi derrotado em casa pelo Reims (0-2) na jornada inaugural da Liga francesa e as críticas dos adeptos não se fizeram esperar. Apesar disso, Villas-Boas garantiu não estar preocupado com esta situação, mas sublinhou que é preciso reagir.

"Se eu estivesse preocupado à primeira jornada, seria melhor eu regressar para Portugal. É necessário continuar a progredir, estou ciente da decepção dos adeptos, a frustração deles vai continuar, mas nós estamos aqui para encontrar soluções. Os adeptos querem mais, eles têm razão, temos que fazer mais para chegar às vitórias", assegurou o treinador português na antevisão ao jogo com o Nantes.

Villas Boas falou também do mercado, e abordou a possível saída de Thauvin, estrela da equipa: "Penso que fica, não há muitos clubes capazes de pagar por um jogador desta dimensão. Se sair pelo dinheiro que pensamos normal por um jogador como ele teremos de ir ao mercado."

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.