O Governo moçambicano está a estudar a possibilidade de pagar os testes de covid-19 dos atletas das equipas que vão participar na disputa do campeonato moçambicano de futebol deste ano, disse hoje à Lusa a diretora-nacional de Saúde Pública.

"É uma possibilidade muito forte. Mas é uma possibilidade, tendo em conta todo um quadro de constrangimentos orçamentais para o Estado e para as próprias equipas", disse Rosa Marlene.

Aquela responsável avançou que as autoridades de saúde seguem de perto todos os passos que estão a ser dados para o início do Moçambola ainda este ano, tendo em conta o elevado número de pessoas que a prova movimenta, nomeadamente jogadores, dirigentes e pessoal de apoio das equipas.

"Num contexto de pandemia como este, as provas desportivas colocam questões de interesse para a saúde pública", declarou a diretora-nacional de Saúde Pública.

A edição de 2020 do campeonato moçambicano tem arranque previsto para 07 de novembro, depois de o início da prova, em 04 de abril, ter sido adiado, devido à pandemia do novo coronavírus.

Os treinos das equipas começam oficialmente na terça-feira, mas o início está condicionado à realização de testes de covid-19.

Ao abrigo das regras de controlo sanitário face ao novo coronavírus, os treinos devem ser divididos em períodos que permitam a participação de um terço do plantel.

A competição vai envolver 14 equipas, tendo o Costa do Sol, orientado pelo treinador português Horácio Gonçalves, como campeão em título.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.