Bert Van Marwijk chegou meia hora mais cedo à conferência de imprensa e foi lesto a deixar as suas ideias relativamente à final de amanhã contra Espanha. "É o jogo mais importante da minha carreira. Nunca nenhum holandês foi campeão do mundo e isso é algo único, mas abordamos este jogo como se fosse apenas mais um", afirmou o seleccionador holandês na sala de imprensa do Soccer City.

O técnico 'laranja' admitiu ainda alguma superioridade espanhola ao longo do Mundial. "A Espanha jogou um futebol mais vistoso do que nós.Vamos fazer tudo para ganhar, temos total respeito pela Espanha, mas não temos medo", frisou.

"São duas equipas bem organizadas, que têm uma visão de jogo. São equipas e enfatizo a palavra 'equipas'. Temos as nossas ideias de como a Espanha vai jogar, mas não vou dizer como nós vamos jogar. Digo que temos de ser fiéis a nós próprios", acrescentou Bert Van Marwijk, numa promessa de que a Holanda irá manter a solidez, organização e o futebol ofensivo e directo que os caracteriza neste Mundial.

Depois de ser conhecido o seu palmarés como campeão do mundo num jogo de cartas chamado 'Klaverjassen', Marwijk relativizou as perguntas com a descontracção de quem foi hoje ao zoo com a restante comitiva holandesa. O técnico não se mostrou preocupado com o passado, onde a Holanda saiu derrotada nas duas finais de Mundiais que disputou (1974 e 1978), e assegurou: "Não tenho de dar motivação extra aos jogadores. Não olho para o passado e só penso nesta final."

"Temos todos os jogadores aptos. Durante o Mundial nunca fomos arrogantes e não acontecerá agora contra uma equipa como a Espanha", concluiu o seleccionador holandês.

A final do Mundial 2010 entre Holanda e Espanha realiza-se este domingo, às 20h30 (19h30 em Portugal).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.