O seleccionador australiano de futebol, Pim Verbeek, negou hoje desentendimentos com os seus jogadores e disse que a Austrália sabe bem o que tem que fazer no sábado: ganhar ao Gana, em jogo do grupo D do Mundial. A ausência de Tim Cahill pode abrir abrir as portas à titularidade de Harry Kewell.

“Os jogadores reagiram bem à derrota com a Alemanha (4-0). Sabemos bem o que temos que fazer: ganhar. E posso assegurar que os jogadores darão tudo. À parte de Cahill (suspenso) e Grella (lesionado), todos estão preparados”, disse.

De acordo com a imprensa australiana, os últimos dias terão ficado marcados por uma discussão com Grella, mas o técnico disse que a imprensa do seu país era muito imaginativa.

O técnico aproveitou ainda para fazer contas ao grupo D e lembrou que uma vitória perante o Gana deixará todas as equipas com três pontos, depois de a Sérvia ter vencido hoje a Alemanha por 1-0.

“Nós não mudámos: treinamos duro e sabemos que se vencermos o Gana todas as equipas terão três pontos e tudo estará em aberto”.

Pim Verbeek lamentou também a ausência de Tim Cahill e disse que outros jogadores terão que assumir o jogo e tentar o golo.

“Veremos se o Kewell joga. Conhecemos as qualidades do Harry (Kewell), não arriscámos enquanto não estava a 100 por cento, mas treinou normalmente e se jogar é porque tem toda a minha confiança”. adiantou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.