O jogo entre as seleções de Cabo Verde a Guiné Equatorial, de apuramento ao Mundial 2014, terá uma equipa de arbitragem de Angola, chefiado por Hélder Martins.

O juiz angolano de 36 anos será auxiliado por Gerson Emiliano e Júlio Lemos. António Caxala também de Angola será o quarto árbitro enquanto o comissário de jogo será Massa Momeye da Mauritânia.

O jogo entre Cabo Verde e Guiné Equatorial está marcado para o dia 8 de junho, no Estádio da Várzea. Na primeira volta os Tubarões Azuis perderam em Malabo, capital da Guiné Equatorial, por 4-3, num jogo onde a equipa de arbitragem do Mali foi muito contestada pelos jogadores e equipa técnica cabo-verdiana, que alegaram que três dos quatro golos dos guineenses foram obtidos de forma irregular.

A Federação Cabo-verdiana de Futebol contestou o trabalho da equipa de arbitragem e ainda a utilização de vários jogadores naturalizados pela seleção da Guiné Equatorial. O organismo máximo do futebol crioulo alega que muitas das naturalizações de jogadores guineenses foi feita de forma irregular, sem respeitar as leis da FIFA.

A seleção de Cabo Verde, orientada por Lúcio Antunes, está em último lugar no Grupo B do apuramento africano ao Mundial 2014, sem qualquer ponto em quatro jogos.

Os Tubarões Azuis perderam o primeiro jogo com a Tunísia em casa por 1-2, idêntico resultado alcançado fora frente a Serra Leoa. Na terceira jornada, mais uma derrota, desta feita por 4-3 frente a Guiné Equatorial.

Depois da receção aos guineenses, os Tubarões Azuis recebem ainda a Serra Leoa, segundo com quatro pontos, e fecham o apuramento africano frente a Tunísia, atual líder do grupo com nove pontos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.