Declarações após o jogo África do Sul-Portugal (1-1), da segunda jornada do grupo F do Campeonato do Mundo de futebol de sub-20, disputado hoje no Estádio Municipal de Bielsko-Biala, na Polónia:

"Não fomos suficientemente capazes e competentes para estarmos na fase seguinte. Tivemos algumas contrariedades nos dois primeiros jogos, que poderiam ter dado um resultado diferente.

A perspetiva dos golos era importante para este jogo. Tivemos todas condições para ganhar este jogo, criámos inúmeras situações e voltámos a não ser eficazes.

Estes jogadores são excelentes futuros homens e atletas, e têm todas condições para terem um futuro de excelência. Foram inexcedíveis. Só temos de louvar o empenho destes jogadores. É uma desilusão grande.

Podíamos ter feito o 2-0 na primeira parte e não estar sujeitos a uma bola parada ou a um canto da África do Sul. Estamos todos muito tristes, desiludidos. Tínhamos condições para mais, mas não fomos capazes.

Nunca subestimámos os adversários. Nunca aconteceu no passado, nem acontecerá. Tínhamos um dos grupos mais difíceis e os resultados comprovam isso. Sabíamos que seria muito equilibrado e que teríamos de ser muito fortes. Não há nada a apontar a estes jogadores.

Nunca nos refugiamos na falta de sorte. Baseamos o nosso trabalho na capacidade e competência. Esta equipa sempre trabalhou e jogou dento desta identidade e sempre conseguiu os objetivos dessa forma."

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.