“Os jogadores vão desfilar num barco que vai navegar pelos canais de Amesterdão. A volta durará entre duas horas e duas horas e meia”, revelou Guus Schoker, porta-voz da câmara municipal da cidade.

“Os adeptos estão nas margens dos canais e poderão ver os jogadores”, acrescentou.

Os futebolistas holandeses vão dirigir-se a um pódio instalado no Museumplein, um terreiro situado em frente do Rijksmuseum, onde 180 mil adeptos se reuniram domingo para verem o jogo num ecrã gigante.

A selecção orientada por Bert van Marwijk deverá aterrar hoje cerca das 15:30 horas no aeroporto de Amesterdão-Schiphol, provenientes da África do Sul, segundo uma porta-voz da federação de futebol da Holanda, Hilde Bruggink.

Um caça F16 pintado em cor de laranja escoltará o avião em que viaja a selecção holandesa desde o início da sua entrada no espaço aéreo daquele país.

Após a aterragem, os jogadores serão conduzidos de helicóptero para um hotel onde são aguardados por familiares.

A selecção holandesa é recebida terça-feira de manhã na capital, Haia, pela rainha Beatriz e pelo primeiro-ministro cessante, Jan Peter Balkenende, segundo a porta-voz da federação.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.