Com Alexis Sánchez e Arturo Vidal a comandar, 27 jogadores foram convocados para a seleção chilena para as duas últimas rondas da qualificação Sul-Americanas para o Mundial2022. Os chilenos não podem perder para Brasil e Uruguai se quiserem um lugar no próximo mundial de futebol.

Sánchez, que marcou um golo neste fim de semana dando o empate ao Inter de Milão, nos últimos instantes contra o Torino (1-1) pelo campeonato italiano, chegará de pé quente para a difícil missão que a 'Roja' tem pela frente diante do Brasil no Rio de Janeiro (24 de março) e Uruguai em Santiago (29 de março).

Vidal, companheiro de Sánchez no Inter, devido à expulsão na partida contra o Equador em novembro passado, não jogará contra o Brasil mas sim contra o Uruguai no fecho da qualificação.

Mas talvez seja tarde demais para Vidal salvar o Chile. Se perderem, e até empatarem, com os brasileiros, os chilenos só poderão chegar ao Mundial através da repescagem, como quinto colocados na América do Sul, mesmo que derrote a Celeste na última rodada.

Para complicar ainda mais a situação, o jovem atacante Ben Brereton está a recuperar de uma lesão e a sua equipa, o Blackburn Rovers, da segunda divisão inglesa, acredita que ele não estará pronto para jogar pela 'Roja', o que seria um duro desfalque. Mesmo assim, o técnico do Chile, o uruguaio Martín Lasarte, chamou o avançado.

O Chile chega às jornadas finais da qualificação para o Mundial de futebol no sexto lugar com 19 pontos e precisa vencer os seus dois compromissos para se apurar diretamente para o Qatar. Caso não consiga os seis pontos, terá de esperar por outros resultados para ver se pelo menos fica com a quinta posição

Convocados do Chile para as duas últimas jornadas

- Guarda-redes: Claudio Bravo (Betis/Espanha), Brayan Cortés (Colo Colo), Zacarías López (La Serena) e Sebastián Pérez (Universidad Católica).

- Defesas: Enzo Roco (Elche/Espanha), Guillermo Maripán (Monaco/França), Gary Medel (Bolonia/Italia), Mauricio Isla (Flamengo/Brasil), Paulo Díaz (River Plate/Argentina), Gabriel Suazo (Colo Colo), Sebastián Vegas (Monterrey/México), José Pedro Fuenzalida (Universidad Católica) e Benjamín Kuscevic (Palmeiras/Brasil).

- Médios: Charles Aránguiz (Bayer Leverkusen/Alemanha), Claudio Baeza (Toluca/México), Diego Valdés (América/México), Erick Pulgar (Galatasaray/Turquia), Marcelino Núñez (Universidad Católica), Pablo Parra (Puebla/México) e Arturo Vidal (Inter de Milão/Itália).

- Avançados: Ben Brereton Díaz (Blackburn Rovers/Inglaterra), Jean Meneses (León/México), Alexis Sánchez (Inter de Milão/Itália), Joaquín Montecinos (Tijuana/México), Eduardo Vargas (Atlético-MG/Brasil), Víctor Dávila (León/México) e Luis Jiménez (Palestino).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.