A Espanha marcou hoje pela primeira vez sete golos num jogo do Mundial de futebol, construindo a maior goleada da sua história, num dia em que se tornou a sexta seleção a superar os 100 tentos.

No Estádio Al Thumama, em Doha, Dani Olmo (11 minutos), Marco Asensio (21), Ferran Torres (31, de penálti, e 54), Gavi (74), Carlos Soler (90) e Álvaro Morata (90+2) marcaram os golos do histórico triunfo da ‘roja’ sobre a Costa Rica (7-0).

Em campeonatos do mundo, no qual participa pela 16.ª vez, a Espanha, campeã em 2010, tinha como resultado mais volumoso o 6-1 à Bulgária, em 1998, num embate em que, curiosamente, o atual selecionador Luis Enrique marcou um golo, o segundo.

Tudo sobre o Mundial2022: jogos, notícias, reportagens, curiosidades, fotos e vídeos

Hierro, de grande penalidade, Morientes, que ‘bisou’, Batchjev, na própria baliza, e Kiko, já nos descontos, apontaram os outros tentos face aos búlgaros, pelos quais faturou o ex-avançado portista Emil Kostadinov.

A goleada acabou por ser de despedida para a Espanha, que ficou no terceiro lugar do Grupo D, atrás de Nigéria e Paraguai.

O segundo melhor registo - que passou agora a terceiro - era o 5-1 à Dinamarca, nos oitavos de final da edição de 1986, num histórico embate em que o avançado Emílio Butragueño conseguiu um ‘póquer’. Em 2006, goleou a Ucrânia por 4-0.

Em termos globais, a Espanha, que partiu para este encontro com 99 tentos, soma agora 106, em 64 jogos, sendo que foi Dani Olmo, ao abrir o marcador aos 11 minutos, que fez a ‘roja’ atingir o centenário de tentos em Mundiais.

A Espanha continua com o sexto melhor ataque, de uma tabela liderada pelo Brasil (229 golos, em 109 jogos), seguido de Alemanha (227, em 100), Argentina (138, em 82), Itália (128, em 83) e França (124, em 67).

O SAPO está a acompanhar o Mundial mas não esquece as vidas perdidas no Qatar. Apoiamos a campanha da Amnistia Internacional e do MEO pelos direitos humanos. Junte-se também a esta causa. 

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.