O atual Estádio da Luz tem sido uma casa acolhedora para a seleção portuguesa de futebol, mas foi também palco da maior desilusão para os adeptos nacionais, que assistiram em choque à derrota na final do Euro2004.

A Rússia, próxima adversária de Portugal no Grupo F europeu de qualificação para o Campeonato do Mundo de 2014, foi precisamente a primeira seleção que a equipa das “quinas" defrontou no recinto do Benfica, precisamente na fase final do Europeu de 2004, quase oito meses após a inauguração, a 25 de outubro de 2003, num encontro entre a equipa lisboeta e os uruguaios do Nacional de Montevideu.

Maniche e Rui Costa marcaram os golos de Portugal no segundo jogo da competição e o primeiro disputado no “novo” Estádio da Luz, a 16 de junho de 2004, que permitiu à equipa treinada pelo brasileiro Luiz Felipe Scolari vencer os russos por 2-0 e corrigir a trajetória, depois de uma estreia desastrosa no Estádio do Dragão, onde perdeu por 2-1 com a Grécia.

A equipa lusa pisou de novo o relvado da Luz oito dias mais tarde e voltou a ser feliz, apesar de ter sofrido para vencer a Inglaterra nos quartos-de-final: após o empate 2-2 no fim do prolongamento, com Hélder Postiga e Rui Costa a marcarem, o guarda-redes Ricardo foi o herói no desempate por grandes penalidades, ao defender o remate de Darius Vassell e ao marcar ele próprio o golo que deu a vitória por 6-5.

O triunfo por 2-1 sobre a Holanda, em Alvalade, colocou Portugal pela primeira vez na final de uma grande competição internacional e, a 4 de julho de 2004, o Estádio da Luz "vestiu-se a rigor" para assinalar um dia histórico, mas a multidão de adeptos que encheu o recinto benfiquista assistiu horrorizada a mais uma vitória da Grécia, por 1-0, com um golo marcado por Angelos Charisteas aos 57 minutos.

A equipa das "quinas" regressou, depois, à Luz quase um ano mais tarde, na fase de apuramento para o Mundial de 2006, e foi mais feliz, ao vencer a Eslováquia por 2-0, com tentos de Fernando Meira e Cristiano Ronaldo, que voltou a faturar no jogo seguinte realizado na casa dos "encarnados", tal como Maniche, agora no empate 2-2 com a Polónia, na qualificação para o Europeu de 2008.

A seleção portuguesa reencontrou-se com os êxitos no estádio lisboeta na receção à Hungria, na caminhada para o Mundial de 2010, ao vencer por 3-0, com um "bis" de Simão e um golo Liedson, voltando a impor-se pouco tempo depois à Bósnia-Herzegovina, por 1-0, graças ao remate certeiro de Bruno Alves, na primeira mão do “play-off” de acesso à fase final.

A goleada por 4-0 no particular com a Espanha, com dois golos de Hélder Postiga e outros de Carlos Martins e Hugo Almeida, marcou a primeira partida no Estádio da Luz de Paulo Bento como selecionador nacional, ao terceiro jogo, após ter sucedido a Carlos Queiroz.

E o atual técnico da equipa lusa voltou a contar com a eficácia de Postiga para se impor por 1-0 à Noruega, já na qualificação para o Europeu de 2012, com um tento solitário do avançado.

Hélder Postiga é mesmo o melhor marcador no reduto do Benfica, com seis golos concretizados com a camisola das quinas, dois dos quais no embate seguinte, da segunda mão do “play-off” de apuramento para a fase final do Euro2012, uma vez mais frente à Bósnia-Herzegovina, que Portugal venceu por categórico 6-2, com Cristiano Ronaldo também a "bisar" e Nani e Miguel Veloso a apontarem os restantes tentos.

Foi também na Luz que, no desempate por grandes penalidades face aos ingleses, no Euro2004, o jogador do Saragoça teve o desplante de marcar uma penálti “à Panenka”. Correu bem, mas, se tivesse falhado, Portugal teria sido eliminado de imediato.

Com um saldo muito positivo de sete vitórias, dois empates e duas derrotas, um total favorável de 24-10 entre golos marcados e sofridos, o Estádio da Luz tem-se revelado um "doce lar" para a seleção portuguesa, apesar de ter saído derrotada na última vez que o visitou, a 2 de junho de 2012, com a Turquia, frente à qual perdeu por 3-1 em jogo de preparação para a fase final do Campeonato da Europa de 2012.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.