Todos os jogadores do Mundial2014 de futebol vão ter um passaporte biológico e poderão ser submetidos a análises à urina e ao sangue a partir de 01 de março, no âmbito do controlo antidoping, anunciou hoje a FIFA.

«As equipas vão receber instruções na próxima semana. Vamos começar a fazer análises a partir de 01 de março. A logística está pronta. Nós estamos preparados para ter o sexto Mundial de futebol consecutivo (12 de junho-13 de julho) sem doping», declarou o diretor médico da FIFA, Jiri Dvorak.

O Mundial de futebol do Brasil é o primeiro a pôr em prática um método rígido de controlo antidoping. Numa conferência de imprensa, realizada em São Paulo, Dvorak assegurou que as datas dos controlos não serão tornadas públicas.

As amostras de sangue e de urina serão analisadas em Lausana, na Suíça, sendo os respetivos resultados inscritos nos "passaportes biológicos" de cada jogador, os quais poderão ser comparados com as amostras recolhidas no decorrer da competição.

Cerca de 2.000 futebolistas que poderão ser selecionados para o Mundial do Brasil foram identificados pela FIFA.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.